Você sabe lidar com o final dos ciclos?

Relacionamentos, trabalhos, amigos, situações vêm e vão. Aceitar o fluxo da vida significa viver com mais amorosidade e se permitir ser feliz.

Você está preparada para aceitar o fluxo da vida? A vida é impermanente e estar preparada para começos e fins é um dos segredos da felicidade e precisa fazer parte do nosso aprendizado. Relacionamentos, trabalhos, amizades e situações vêm e vão, é inevitável. Algumas situações duram muito no tempo, outras são breves, e todas acontecem para nos trazer ensinamentos, para fazer que nos conheçamos um pouco mais.

Estar pronta para aceitar a impermanência da vida faz parte de um profundo caminho de autoconhecimento. Do contrário, toda mudança e todo final de ciclo acaba sendo um processo sofrido, que pode deixar mágoas e traumas. Mas, então, como lidar? Cada pessoa tem seu tempo de entendimento, e vive o luto de um fim – sim, seja ele uma mudança de casa, de emprego, de cidade, o fim de uma amizade, de um amor, ou até mesmo a morte de um ente querido, o luto está intrinsecamente ligado a todo final. E é de extrema importância vivermos esse luto. No entanto, ele não pode ser eterno.

Quando você se permite viver o fim (com acolhimento e compaixão) assim como viveu o começo (com alegria e entusiasmo), o sofrimento dura apenas o tempo que deve durar, nem mais, nem menos. Se não damos a devida atenção ao final de um ciclo, podemos não aprender a lição por completo e ainda corremos o risco de postergar o sofrimento. Por outro lado, se nosso luto dura demais, sofremos à toa apegadas ao passado e nos privamos de viver o presente e de enxergar um recomeço.

Como lidar com o fluxo da vida

Primeiro, entenda como acontece seu processo de ciclos: você os aceita amorosamente ou tem medo? Você vê os fins como sinônimo de sofrimento ou está aberta a reconhecer que eles são necessários para que outro ciclo possa começar? Há inúmeras metáforas para o fluxo da vida: as marés, o dia e a noite, os ciclos lunares, tudo que acontece tem um tempo para começar, terminar e, talvez, recomeçar. E lidar de forma mais saudável com esses ciclos nos empodera, nos faz mais livre e menos amargas.

Você precisa de apoio para entender os ciclos que a sua vida tem te trazido e a lidar com começos e fins nos seus relacionamentos? O PAR – Programa Amarildas de Relacionamentos – criado por mim, é uma ferramenta que utiliza o autoconhecimento como caminho para transformar a forma como você se relaciona consigo mesma e com os outros. Envie um e-mail para amarildasblog@gmail.com e agende seu horário. Estou te esperando!

final de ciclos.jpg